os bastidores de Rei Arthur · Notícias da TV

By | 25th August 2017

Fotos: Divulgação/Warner Bros.

Com um orçamento de US$ 175 milhões, Rei Arthur: A Lenda da Espada é o filme mais recente do diretor Guy Ritchie, ex-marido da cantora Madonna. Estrelada por atores conhecidos das séries de TV, como Charlie Hunnam (Sons of Anarchy) e Aidan Gillen (Game of Thrones), a produção mostra uma versão mais brutal da clássica história de Excalibur.

Originalmente, Charlie Hunnam não seria o protagonista. A escolha era o então novato Kit Harington. Mas o Jon Snow de Game of Thrones acabou preterido por não ser tão conhecido. Para ganhar o papel, Hunnam precisou malhar muito e até se oferecer para sair no soco com o intérprete do Superman, Henry Cavill.

Ritchie inovou ao contar uma história sobre o Rei Arthur sem personagens famosos da lenda, como Lancelot, Merlin e Guinevere. E o diretor ousou com a escalação do craque David Beckham como um homem feioso.

A adaptação da lenda medieval, recém saída dos cinemas, já está disponível para ser vista em casa. No Now, plataforma de vídeo sob demanda para assinantes da Net e da Claro TV, o longa sai por R$ 16,90.

Confira cinco curiosidades sobre Rei Arthur: A Lenda da Espada: 

divulgação/hbo

Kit Harington empunha espada em cena da série Game of Thrones: ‘desconhecido’ virou astro

Jon Snow quem?
A Warner começou a flertar com a ideia de recontar a história do Rei Arthur no cinema em 2011, quando contratou o diretor David Dobkin para comandar um filme sobre Excalibur. Dobkin, conhecido por comédias como Penetras Bons de Bico (2005) e Eu Queria Ter a Sua Vida (2011), escalou Kit Harington para protagonizar o longa e Joel Kinnaman (de The Killing) para viver Lancelot.

Como Game of Thrones e The Killing (2011-2014) tinham estreado havia poucos meses, Harington e Kinnaman foram considerados desconhecidos para carregar nas costas uma produção tão cara, e o projeto acabou cancelado. Só seis anos depois, Arthur ganhou um novo filme, com roteiro reformulado, outros atores e um diretor diferente.

O diretor Guy Ritchie passa instruções para Charlie Hunnam sobre como tirar espada da pedra

Bom de briga
Antes de ser escalado para o papel principal, Charlie Hunnam fez um teste para o diretor Guy Ritchie, mas não impressionou. Como o ator tinha emagrecido quase dez quilos para a série Sons of Anarchy (2008-2014), Ritchie temia que o inglês não conseguisse incorporar a fisicalidade que imaginava para o personagem.

Depois de o diretor questionar pela quarta vez se Hunnam conseguiria o físico desejado, ao contrário dos concorrentes Henry Cavill e Jai Courtney, o ator perdeu a compostura. “Olha, cara, você não para de falar na fisicalidade. Obviamente essa é sua principal preocupação. Então deixa de lado toda a besteira de teste e me coloque para lutar com os outros atores. Eu enfrento os dois, quem ficar de pé no fim ganha o papel”, sugeriu. Hunnam ganhou o papel assim que acabou seu discurso. 

Hunnam aparece várias vezes sem camisa no filme, para exibir seus ’26 gomos’ no abdome

Só no tanquinho
Para não desonrar o voto de confiança de Ritchie, Hunnam pegou pesado na malhação: durante seu treinamento, chegou a fazer mais de mil flexões por dia. Quando tirou a camisa no estúdio pela primeira vez, deixou o diretor em choque. “Charlie entrou todo confiante, com o que pareciam ser 26 gominhos em seu abdômen e não mais que 6% de gordura corporal”, contou Ritchie.

Para incorporar o espírito de lutador brutal de Arthur, Hunnam assistiu a vários combates do irlandês Conor McGregor, um dos principais nomes do UFC. O ator também viu entrevistas do lutador para assimilar sua atitude arrogante.

Especula-se que personagem de Astrid Bergès-Frisbey, chamada de A Maga, seria Guinevere

Cadê os cavaleiros?
A lenda do Rei Arthur conta com vários personagens clássicos, como Guinevere, Merlin, Morgana e os cavaleiros da távola redonda Lancelot, Percival, Galahad, Gawain, Owen e Bors. Desses, só Percival aparece com destaque, interpretado por Craig McGinlay. Merlin é citado várias vezes, mas faz apenas uma ponta.

Os outros personagens estavam programados para aparecer nas sequências de Rei Arthur. A ideia de Guy Ritchie e da Warner era construir uma franquia de pelo menos seis longas em cima das lendas arturianas. Como o filme não se saiu bem na bilheteria, as continuações (e os cavaleiros) devem ficar só no papel mesmo.

Nem cicatriz para enfeiar David Beckham salvou craque das críticas por sua atuação no longa

Galã feio
Considerado um dos jogadores de futebol mais bonitos do mundo, o inglês David Beckham faz uma ponta em Rei Arthur como um dos soldados responsáveis por vigiar a espada presa na pedra. Para dar ao craque um visual mais medieval, suas tatuagens foram cobertas por uma armadura e ele ganhou uma cicatriz no rosto.

Mesmo com sua dedicação à arte de passar por um processo de maquiagem para se enfeiar, Beckham não agradou à crítica, que comparou sua performance com a de uma tábua.

Ritchie o defendeu: “Ele foi fantástico e eu o amo, foi um prazer trabalhar com ele”. Porém, ao ser questionado se o jogador poderia virar um astro do cinema, o discurso mudou: “Eu não sei, um passo de cada vez”, desconversou.

Source link

قالب وردپرس

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *