Episódio decisivo de GoT tem batalha zumbi à la Walking Dead e breguice · Notícias da TV

By | 21st August 2017

[Atenção: contém spoilers]

O decisivo penúltimo episódio da sétima temporada de Game of Thrones, exibido ontem (20), teve uma batalha zumbi à la Walking Dead e uma cena digna de um dramalhão mexicano entre Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) e Jon Snow (Kit Harington). No final, a trupe de heróis inusitados, apelidada pelos fãs de Esquadrão Suicida, sobreviveu ao embate com os mortos-vivos e capturou um deles, como pretendia. Assim, poderá convencer Cersei Lannister (Lena Headey) de que os White Walkers existem e engajar a rainha na guerra contra o perigo que vem do gelo.

O encontro de Jon Snow e Cersei será no próximo capítulo. No bate-papo em King’s Landing, ela saberá de tudo o que o grupo viu para lá da Muralha, centenas e centenas de zumbis sob o comando do Rei da Noite, prontinhos para invadir Westeros com um tenebroso inverno.

O relato só será incompleto porque eles desconhecem a mais nova arma dos White Walkers: um dragão de gelo. Daenerys foi com seus três filhos para salvar a turma de Snow, que estava cercada pelos zumbis. Em um instante dramático, Drogon e seus irmãos chegaram com a mãe e botaram fogo em tudo o que viram pela frente.

Porém, uma das feras não conseguiu escapar de uma flecha lançada pelo Rei da Noite. Certeira, a arma matou o dragão. No final do episódio, o líder dos White Walkers tocou no bicho, que ressuscitou com o olho azul, indicação de que virou um zumbi e obedecerá às ordens do novo “pai”.

Assim, se cumpriu uma teoria desenvolvida por fãs da série, a de que os White Walkers terão um dragão de gelo no grande confronto em Westeros.

Momento brega
Além da batalha alucinante dos guerreiros de Jon Snow contra os zumbis, as irmãs Stark, Sansa (Sophie Turner) e Arya (Maisie Williams), tiveram uma DR, intriga criada por Mindinho (Aidan Gillen).

Mas o momento mais brega do episódio não foi esse Casos de Família – Edição de Winterfell. Daenerys e Snow protagonizaram uma cena um tanto quanto constrangedora. Ferido, o bastardo Stark dormia no navio Targaryen rumo a Dragonstone após o intenso embate. A loira ficou ao lado do corpo com aquela cara de tristeza até vê-lo acordar.

Então, os dois tiveram uma conversa emotiva elevada à décima potência. Snow chegou a chamar a Targaryen de Dany, apelido só dito até então pelo irmão dela. Tudo isso com os dois de mãos dadas e numa troca de olhares de fazer inveja ao melhor casal da novela das nove da Globo. Juraram lealdade em meio a frases tenras e lágrimas nos olhos.

O constrangedor disso tudo é esse clima de romance criado entre os dois desde quando se encontraram. Os roteiristas da série criaram propositadamente essa onda para deixar o público naquela dúvida se shippa ou se tem nojo, pois eles são parentes.

Sim, Game of Thrones tem um romance entre irmãos. Mas não seria bem estranho a tia (Daenerys) com o sobrinho (Snow)? Nessa história, Snow não sabe de nada nem ela faz ideia desse parentesco. Como nada em GoT é ao acaso, resta ver até onde essa história vai.

Source link

قالب وردپرس

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *