Emmy 2017 deve consagrar séries do streaming de maneira inédita

By | 17th September 2017

Será realizada neste domingo (17) a cerimônia de entrega dos prêmios Emmy, comumente chamado o Oscar da televisão americana. É uma edição estranhamente atípica para academia de televisão que costuma prestigiar séries e programas consagrados. Em 2017, as novidades despontam como protagonistas da disputa. A categoria de melhor série dramática é um bom parâmetro disso. Entre as sete indicadas, cinco são estreantes. Trata-se de um recorde para a premiação.

Emmy Montagem/Reprodução

Emmy

Mais inusitada ainda é a possibilidade da plataforma de streaming Hulu ganhar o principal prêmio da noite antes das mais famosas e consolidadas globalmente Netflix e Amazon. A série “The Handmaid´s Tale” é a produção mais elogiada do ano e tem chances reais de vitória, mas o hit “Stranger Things” parece mesmo o favorito ao principal Emmy da noite.

Sem “Game of Thrones” no páreo, a vitória do streaming parece certa em 2017 pelas circunstâncias e concorrentes, mas não é possível descartar o retorno da TV aberta à disputa. A badalada “This is US” é incrivelmente popular e poderia ser a opção da ala mais resistente da academia a já premiar um produto que a bem da verdade não passa na TV.

Outras categorias

Elizabeth Moss, que já fora indicada por “Mad Men” é o nome a ser batido entre as atrizes dramáticas, mas Claire Foy pela classuda “The Crown”, também da Netflix merece atenção. Entre os atores o hype de “This is Us” deve prevalecer, já que há dois nomes da série indicados, mas pode ser um ano para atores já negligenciados pelo prêmio. Nesse sentido, as chances de Bob Odenkirk (“Better Call Saul”) e Liev Schreiber (“Ray Donovan”) aumentam.

Imagens da quinta temporada de
Divulgação

Imagens da quinta temporada de “Veep”


Entre as comédias, a adorada “Veep” deve perder a coroa após um ano mais fraco. A novata “Atlanta” terá que medir forças com a popular “Black-ish”, que passa na TV aberta e trabalha com um humor mais convencional. Entre as atrizes, Julia Louis-Dreyfus é sempre favorita, mas Jane Fonda (“Grace & Frankie”), Lily Tomlin (“Grace & Frankie”) são sempre boas opções. Pamela Adlon (“Better Things”) corre por fora. Na seara de Jeffrey Tambor (“Transparent”), Donald Glover (“Atlanta”) e William H. Macy (“Shameless”) podem surpreender.

A premiação terá transmissão para o Brasil pelo canal pago TNT a partir das 20h.

Música, YouTube e Rock in Rio

Para quem pensa que youtuber só faz vídeo comentando sobre os mais variados assuntos, é porque não conhece Mussa (Mussoumano), o rapper catarinense Hudson Martins. Dono de um dos maiores canais de rap do Brasil, com quase seis milhões de inscritos e meio bilhão de views, o youtuber além de publicar seus clipes musicais ainda produz vídeos de entretenimento conquistando diversos fãs pela web. Não é à toa, portanto, que o youtuber será o responsável pelo encerramento do Digital Stage, palco que se compromete com a fusão do festival com a internet. Nos shows, que acontecerão nos dias 23 e 24 de março, Mussa interpretará músicas autorais, como Tóxico, e contará com a presença do DJ Monkey.

Estilo pra quem tem

A icônica banda Depeche Mode lançou clipe da faixa Cover me . A banda sempre deu essencial ênfase à qualidade de seus vídeos, tendo colaborado com diretores conceituados em alguns dos mais poderosos e influentes curtas de vídeos de música da história. Cover me não é uma exceção: dirigido por seu antigo colaborador criativo, o fotógrafo e cineasta holandês Anton Corbijn, o clipe de Cover me apresenta um Dave Gahan pensativo, vestido em traje de astronauta, perambulando inquieto por uma Los Angeles vazia e à deriva no espaço. 

“Uma grande surpresa para mim foi como Cover Me acabou saindo. Eu sempre ouvi essa ideia da canção sendo em duas metades. A música é aqui e depois você meio que entra numa nave espacial e vai para outro lugar”, conta Gahan. 

Cover Me é uma das principais faixas de “Spirit”, 14º álbum de estúdio do Depeche Mode. Produzida por James Ford da dupla inglesa Simian Mobile Disco, o álbum estreou em primeiro lugar em diversos países, incluindo Alemanha, França, Itália, Polônia, Bélgica, Suiça, Áustria, Portugal e Dinamarca. Provando ser um favorito de público e crítica, “Spirit” também estreou no Top 10 em 15 países, incluindo a quinta posição nos Estados Unidos e no Reino Unido. 

História viva

No “Superbonita” desta segunda-feira (18), Karol Conka recebe Glória Maria , que conta mais da sua trajetória, os desafios internos e externos que enfrentou em busca do seu espaço e de como hoje se sente bem e completa na própria pele. “Quando entrei na TV Globo, fazia as reportagens, mas só aparecia a minha mão nas entrevistas. Quando os repórteres começaram a aparecer, eu fui uma das últimas porque tinha pavor. Estava tão acostumada com aquela reação estranha das pessoas com relação aos pretos, que eu tinha medo da maneira que os telespectadores iriam reagir ao me ver. Tive que fazer terapia para ter coragem de estar em vídeo”, diz.  

Glória Maria e Karol Konka no Superbonita
Divulgação

Glória Maria e Karol Konka no Superbonita


Rap de qualidade

Rincon Sapiência faz seis apresentações em casas de cultura e centros culturais entre os dias 16 de setembro e 22 de outubro, integrando a programação do Circuito Municipal de Cultura. O repertório conta com músicas como Galanga Livre, Crime Bárbaro – que narra a história do escravo Galanga, que matou o seu senhor de engenho, desencadeando uma rebelião na senzala –, e Ponta de Lança, poesia transformada em canção.

Consagrando o cenário do rap nacional independente desde os anos 2000, Rincon viu sua trajetória dar um salto em 2009 com o lançamento do single “Elegância”. Com letras poéticas e rimas que abordam a consciência e a valorização da afrodescendência no Brasil contemporâneo, o rapper lançou seu primeiro disco, “Galanga Livre”, em junho desse ano. “Desde a capa do disco até as músicas, o ‘Galanga Livre’ é uma síntese de quem sou. A arte conta muito sobre meu personagem e vice-versa”, explica. 

As apresentações são gratuitas e a programação pode ser conferida no site da secretaria municipal de cultura de São Paulo.

 

Source link

قالب وردپرس

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *