Crítica | 2:22 – Encontro Marcado – Suspense romântico é um ótimo passatempo

By | 6th September 2017

Existem alguns filmes que possuem uma premissa genial, mas não sabem como executar a ideia tão brilhantemente quanto sua concepção. Este é o caso desse ‘2:22 – Encontro Marcado‘ (2:22), um interessantíssimo suspense romântico sobre outras vidas.

Na complexa trama, Dylan Branson (Michiel Huisman) é um homem que tem a sua vida permanentemente mudada quando uma série de eventos se repete exatamente no mesmo horário todos os dias, às 2:22 da tarde.

Quando Dylan se apaixona por Sarah (Teresa Palmer), uma jovem mulher que tem sua vida ameaçada pelos eventos ocorridos, ele deve resolver o mistério que o cerca para preservar o amor que a vida lhe ofereceu como uma segunda chance.

     

O filme consegue prender a atenção do expectador ao longo de toda a projeção com teorias e reviravoltas interessantes no melhor estilo ‘O Sexto Sentido‘, mas o desfecho deixa a desejar por ser demasiadamente previsível.

O grande ponto positivo está no elenco. Michiel Huisman, o belo ator de ‘Game of Thrones‘, entrega uma boa atuação na pele de um protagonista que se vê em torno de uma grande conspiração. Mas quem rouba a cena é a belíssima Teresa Palmer, de ‘Quando as Luzes se Apagam‘, que vem se provando uma das melhores atrizes de sua geração.

2:22 – Encontro Marcado‘ é um suspense intrigante que serve como um ótimo passatempo, mas ele é muito mais ambicioso do que o roteiro consegue entregar, deixando uma certa confusão mental no final da projeção. Mesmo assim, é um ótimo programa para os casais apaixonados.



ATÔMICA: Sofia Boutella fala sobre cena de sexo com Charlize Theron


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

Source link

قالب وردپرس

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *