Correio do Povo | Notícias

By | 12th July 2017

Daenerys apresentou mudanças em seu visual durante as temporadas | Foto: HBO / Divulgação / CP


A figurista Michele Clapton, responsável por vestir os atores de “Game Of Thrones”, revelou em entrevista detalhes de um encontro que promete esquentar o inverno frio nos Sete Reinos. Falando ao site Uproxx, Clapton, que trabalhou no seriado durantes as cinco primeiras temporadas do megasucesso televisivo da HBO e retornou nos episódios finais do sexto ano, também revelou que as vestimentas têm um papel importante na série, que retorna à televisão no próximo domingo.

De acordo com a profissional, as roupas são uma representação visual da jornada física e psicológica de cada personagem. Comentando sobre Jon Snow e sua capa negra, Michele disse que ele “realmente abraça esse estilo do Norte, e a razão pela qual o abraça é porque é prático”. “Kit (Harington) ficou encantado com o fato da capa ser grande, mas ao mesmo tempo ágil. Assim poderia lutar e se mover, e eu acho que foi um processo realmente interessante apenas para levá-lo a esse visual”, disse.

Atenção, se você não quer receber spoilers, pare por aqui.

Entretanto, há mais simbolismos. “Há momentos em que removemos a capa, porque queremos que Jon apareça mais vulnerável”, comenta. Assim será o primeiro, e já esperado, encontro entre o ele e Daenerys Targaryen. Após citar o encontro inédito, mas até então já sabido, entre Daenerys e Jon, a figurinista revelou que o Rei do Norte também irá se reunir pela primeira vez com outro personagem. “Quando ele vai encontrar Cersei, ele a coloca de volta”, disse a estilista, explicando que a decisão foi tomada para passar imagem mais imponente.

Quando o público viu Daenerys pela primeira vez, ela estava sob o forte pulso de seu irmão e foi vendida aos Dothraki para garantir sua oferta pelo Trono de Ferro. Ela era um bem a ser trocado por homens no poder e suas roupas refletiam isso. Vestidos finos que expuseram seu físico e cores brancas aludiam a sua inocência e impotência. Depois, quando ela se tornou Khaleesi suas roupas também mudaram. Novamente, uma alteração quando se torna Rainha de Meeren: de couros e calças para vestidos fluidos em tons de azul, se alinhando com o povo.

No ano passado, a Mãe dos Dragões terminou a temporada com um olhar mais ambicioso. Ela partiu para Westeros com vestidos com decotes severos, corpetes rígidos e cores escuras. Para os episódios que estão por vir, Michele queria retratar a personagem de Emilia Clarke como a conquistadora que ela é. “Ela é comandante do seu exército. Eu queria que ela pudesse ficar à frente de todos e ser sua líder”, comentou. “Eu acho interessante que finalmente a vejamos abraçando a ambição de seu irmão. Ainda não estamos no fim e acho que é muito importante neste momento que comecemos a ver quem ela é”, explica.

Cersei, no começo da série, preferiu um estilo de vestimenta do sul que era tudo sobretudo elaborado, com mangas longas e cores ousadas. Ela usou suas roupas para demonstrar sua sexualidade e consequentemente controlar aqueles que a rodeavam. Quando a sexta temporada terminou, depois de sofrer a perda de seus filhos, a essência da nova Rainha dos Sete Reinos e suas roupas mudaram. Tecidos escuros e pesados, costuras intrincadas e uma coroa simples tornaram-se sua armadura. Uma mulher conhecida por sua beleza, escondeu-se no que Michele chama de “casulo de luto”.

“Ela perdeu todos os seus filhos. Foi um preço alto a se pagar pela coroa”, explica. Para compor esse sentimento nas roupas, Michele escolheu uma silhueta despretensiosa para os vestidos de Cersei, adicionando camadas de acessórios para indicar a frágil psique da personagem. “As golas e ombreiras são separadas do vestido. Tudo é removível e eu pensei que era realmente importante que seu vestido por baixo fosse realmente simples. Ela coloca essas coisas para mostrar força, mas há uma fragilidade por trás de tudo”, analisa.

No entanto, nenhum personagem de “GoT” sofreu tanto quanto Sansa Stark na opinião de Michele. Como uma jovem educada como uma lady no Norte, ele usava roupas que evidenciavam sua feminilidade, com bordados e tons de rosa. Ela se adaptou a King’s Landing, colocando vestidos do sul e revelando decotes para ganhar e manter seu lugar de privilégio, depois, para disfarçar seu ódio por aqueles que a mantêm em uma gaiola dourada. Ela raramente esteve no controle de seu próprio destino e, as situações extremas pelas quais passou foram se internalizando ao longo da série em sua aparência externa.

Durante as duas últimas temporadas, sua máscara tomou a forma de cabelos escuros, vestidos severos e de tamanho completo e acessórios de tamanho grande. Esse estilo de vestido de inspiração gótica continua na sétima temporada e sugere os próprios planos de Sansa. “Eu queria uma força real, ela abraçou tudo o que aconteceu com ela”, conta Michele. A designer escolheu adornar Sansa com um cinto pesado que envolve seu pescoço e vai até a cintura. “Há uma armadura para ela. Há penas novamente de seu tempo no Eyrie. Há um colar circular, que eu acho muito importante com um ponto de agulha. E há um elemento no vestido de sua mãe, o padrão é quase como escama de peixes. É como se ela estivesse nadando contra sua vulnerabilidade”, finaliza.

Source link

قالب وردپرس

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *